Home Notícias Ex-presidente da Fiat e da Anfavea, Silvano Valentino morre aos 79 anos

Ex-presidente da Fiat e da Anfavea, Silvano Valentino morre aos 79 anos

Comentários desativados em Ex-presidente da Fiat e da Anfavea, Silvano Valentino morre aos 79 anos

 

 
Faleceu ontem (14), em Belo Horizonte, MG, o engenheiro Silvano Valentino, que comandou a Fiat no Brasil por duas décadas. Nascido em Monferrato, região de Turim, na Itália, em 8 de janeiro de 1935, Valentino formou-se em Engenharia Mecânica pelo Instituto Politécnico de Turim, uma das mais conceituadas instituições da Europa.
 
Desenvolveu sua carreira a partir dos anos 1960 na fábrica da Fiat de Mirafiori, na Itália, e em 1970 foi designado para responder pela implantação da fábrica de Cassino, também na Itália, assumindo a seguir a sua direção.
 
Foi diretor de Pessoal (Recursos Humanos ) do grupo na Itália e, em 1976, transferiu-se para o Brasil, como vice-presidente em exercício da recém-inaugurada Fiat Automóveis, em Betim, Minas Gerais. A seguir, passou a ocupar o posto de diretor-superintendente da empresa.
 
Em 1987, assumiu a presidência da Fiat Automóveis e, em 1989, tornou-se também presidente da Fiat do Brasil, holding do grupo Fiat no País. Entre 1995 e 1998 foi presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Permaneceu à frente do Grupo Fiat no Brasil por 22 anos, até 1998.
 
O presidente da Fiat Chrysler para a América Latina, Cledorvino Belini, lamentou sua morte e afirmou: “Silvano Valentino deu forma e identidade à Fiat Automóveis e aprendemos a admirá-lo e a respeitá-lo por sua coerência, elegância e inteligência refinada”. Seu corpo foi velado em Belo Horizonte, MG.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Ex-presidente da Fiat e da Anfavea, Silvano Valentino morre aos 79 anos

Comentários desativados em Ex-presidente da Fiat e da Anfavea, Silvano Valentino morre aos 79 anos

 

 
Faleceu ontem (14), em Belo Horizonte, MG, o engenheiro Silvano Valentino, que comandou a Fiat no Brasil por duas décadas. Nascido em Monferrato, região de Turim, na Itália, em 8 de janeiro de 1935, Valentino formou-se em Engenharia Mecânica pelo Instituto Politécnico de Turim, uma das mais conceituadas instituições da Europa.
 
Desenvolveu sua carreira a partir dos anos 1960 na fábrica da Fiat de Mirafiori, na Itália, e em 1970 foi designado para responder pela implantação da fábrica de Cassino, também na Itália, assumindo a seguir a sua direção.
 
Foi diretor de Pessoal (Recursos Humanos ) do grupo na Itália e, em 1976, transferiu-se para o Brasil, como vice-presidente em exercício da recém-inaugurada Fiat Automóveis, em Betim, Minas Gerais. A seguir, passou a ocupar o posto de diretor-superintendente da empresa.
 
Em 1987, assumiu a presidência da Fiat Automóveis e, em 1989, tornou-se também presidente da Fiat do Brasil, holding do grupo Fiat no País. Entre 1995 e 1998 foi presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Permaneceu à frente do Grupo Fiat no Brasil por 22 anos, até 1998.
 
O presidente da Fiat Chrysler para a América Latina, Cledorvino Belini, lamentou sua morte e afirmou: “Silvano Valentino deu forma e identidade à Fiat Automóveis e aprendemos a admirá-lo e a respeitá-lo por sua coerência, elegância e inteligência refinada”. Seu corpo foi velado em Belo Horizonte, MG.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

BMW abre nova linha de produção para módulos de bateria em Leipzig, na Alemanha

Produção de componentes eletrônicos é ampliada após investimento de 70 milhões de euros e …