Home Notícias Carros de entrada perdem força e modelos hatch ganham a preferência dos consumidores

Carros de entrada perdem força e modelos hatch ganham a preferência dos consumidores

Comentários desativados em Carros de entrada perdem força e modelos hatch ganham a preferência dos consumidores
 
 
Os carros de entrada, considerados os mais básicos e mais baratos no portfólio de uma marca, vêm perdendo participação no mercado de financiamentos de automóveis leves novos. O movimento inverso está acontecendo no segmento de hatches pequenos, carro que integra o porta-malas ao compartimento de passageiros. 
O levantamento é da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o maior banco de dados privado de informações sobre financiamentos de veículos do país, o Sistema Nacional de Gravames (SNG). Os números contemplam os automóveis leves novos comercializados por crédito direto ao consumidor (CDC), leasing e consórcio.
Em 2011, a presença dos automóveis de entrada sobre o total financiado era de 37%, enquanto a participação dos hatches era de 19%. Em 2014, o cenário mudou: os carros de entrada responderam por 27% do total financiado, enquanto os hatches representaram 29% das vendas a crédito. 
O aumento na participação também foi verificado nos sedãs.  Em 2011, o sedã pequeno representava 18% do total financiado, enquanto o sedã médio respondia por 7%. Em 2014, ambos os modelos apresentaram crescimento na participação. O sedã pequeno passou a representar 21% do mercado e o sedã médio, 8%.
 
 
Os dados ainda mostram que, entre os automóveis de entrada, o Palio, da Fiat, está entre os mais financiados, com 126.627 unidades em 2014. Na segunda posição aparece o Gol, da Volkswagen, com 103.795 unidades.
Já entre os hatches pequenos, o Onix, da Chevrolet, assumiu a liderança em 2014, com 112.033 unidades financiadas. Em segundo lugar ficou o HB20, da Hyundai, com 79,901 unidades. 
Entre os modelos sedãs pequenos, o Siena, da Fiat, foi o automóvel mais financiado em 2014, com 77.523 unidades. Em seguida, aparece o Prisma, da Chevrolet, com 66.751 unidades. Já entre os sedãs médios, o modelo mais financiado foi o Civic, da Honda, com 32.321 unidades. Na segunda posição ficou o Corolla, da Toyota, com 29.137 unidades financiadas. 
No Brasil, em 2014, foram financiados 2.041.451 automóveis leves novos e 2.966.503 usados, totalizando 5.007.954 automóveis leves. No total, entre autos leves, motos e pesados, entre novos e usados, o volume de financiamentos de veículos atingiu 6.392.797 unidades. 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fiat anuncia patrocínio ao espetáculo Bazzar, do Cirque du Soleil

Fastback, principal lançamento da marca do ano, será o carro oficial da nova temporada de …