Home Notícias Saiba como driblar o alto preço do combustível

Saiba como driblar o alto preço do combustível

0

Monitorar gastos, qual o combustível ideal para escolher na hora da bomba, além de alguns cuidados com o carro são algumas das dicas

Após o anúncio da redução de ICMS sobre combustíveis em pelo menos 20 estados, consumidores devem sentir aos poucos a diferença na bomba, com a renovação dos estoques. Enquanto os preços não caem, o valor continua a pesar no orçamento do brasileiro e dificulta o dia a dia de quem sempre usa o carro. Para ajudar o condutor a driblar os altos preços, Rodrigo Giraldi, gerente de operações da Kovi, startup que está revolucionando o acesso ao carro, separou sete dicas indispensáveis para controlar o gasto de combustível de forma inteligente.

1. Calcule qual combustível vale mais a pena

Se basear no preço dos postos não é a única maneira de poupar gastos com combustível. É fundamental saber qual compensa mais para cada carro. Para isso, basta dividir o valor do litro de etanol, pelo valor do litro da gasolina. Se o resultado for igual ou menor a 0,7, o etanol é mais vantajoso. Caso seja maior, a melhor opção é a gasolina.

2. Monitorar gastos com combustível

Entender os gastos com combustível é super importante para driblar a alta da gasolina. Atentar-se a quais ações mais consomem combustível durante trajetos habituais pode ajudar a poupar dinheiro e até mesmo encontrar outras alternativas que não comprometam gastos em momentos de preços altos.

3. Manter a revisão em dia

A manutenção do carro evita que o motor consuma mais combustível que o necessário, além de manter a qualidade dele e de peças relacionadas a ignição, como vela e bobina.
Esse cuidado frequente aumenta a vida útil do veículo e mantém o condutor seguro, rodando em boas condições. Geralmente, o manual do próprio automóvel indica a quilometragem ideal para realizar a manutenção.

4. Respeite a troca de marcha

Uma atitude que costuma aumentar o gasto de combustível é segurar muito uma marcha mais baixa enquanto dirige. É importante sempre trocar a marcha na rotação certa, ou seja, assim que o veículo “pedir” por isso. Isso mantém o giro do motor compatível com a marcha escolhida.

Nesse ponto, os carros automáticos tendem a ser mais econômicos, pois a máquina é mais eficiente nesses momentos de troca de marcha, fazendo com que o motor trabalhe menos e, consequentemente, gaste menos.

5. Atenção com o ar-condicionado

O ar-condicionado está ligado diretamente ao consumo de combustível porque o equipamento é operado pelo motor. Por isso, em momentos de alta da gasolina, é recomendado ligar só quando houver necessidade.
Caso o motorista pegue muita estrada, o recomendado é manter o ar-condicionado ligado. Isso porque dirigir em alta velocidade com as janelas abertas pode fazer com que o veículo gaste ainda mais combustível.

6. Checar regularmente a pressão dos pneus

Pneus murchos têm ligação direta com o rendimento do veículo, pois geram mais atrito com a via e gastam mais combustível. Fazer menos paradas com o carro pode até te ajudar a economizar no combustível, mas a longo prazo pode comprometer o orçamento sem que a pessoa perceba. É recomendado que o balanceamento dos pneus seja verificado com frequência para evitar o desperdício.

7. Acelerar no momento certo

É preciso que o condutor evite acelerar e frear bruscamente. Além de ser perigoso, o motor entra em desgaste e queima mais combustível para chegar a uma certa velocidade. Para não desperdiçar combustível, é aconselhável que as marchas sejam trocadas de forma suave, pisando levemente no acelerador.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Deixe um comentário

Veja também

BMW Group anuncia o “Desafio de Inteligência Artificial” e leva a diversidade a outro patamar

Com o novo desafio, o BMW Group procura casos de utilização de Inteligência Artificial par…