Home Notícias Número de motoristas de aplicativo, taxistas e entregadores chega a quase 1,3 milhão; check list ajuda a otimizar a atividade

Número de motoristas de aplicativo, taxistas e entregadores chega a quase 1,3 milhão; check list ajuda a otimizar a atividade

Comentários desativados em Número de motoristas de aplicativo, taxistas e entregadores chega a quase 1,3 milhão; check list ajuda a otimizar a atividade

Aplicativo dá dicas para direção segura e mais eficiente

O Brasil possui 945 mil motoristas de aplicativo ou taxistas, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Para efeito de comparação, a categoria não chegava a 600 mil trabalhadores no início de 2016, um crescimento de 57,5%. No mesmo período, outro segmento que registrou uma expansão exponencial foi a de entregadores com motocicletas: o número de profissionais nessa atividade saltou de 25 mil para 320 mil, alta de 1.200%.

Embora os entregadores tenham conquistado mais espaço na pandemia graças ao boom do comércio eletrônico e delivery de alimentos, o mesmo não se pode dizer de motoristas de aplicativos e taxistas. Depois de chegar a mais de 1 milhão de trabalhadores em 2019, o setor fechou o terceiro trimestre de 2020 com 800 mil motoristas.

Com o avanço na retomada das atividades, o número de pessoas que vê no transporte de passageiros e entregas uma oportunidade de renda extra ou atividade principal volta a crescer. Agora, o desafio é adotar medidas que contribuam para uma direção segura, mais eficiente e que fidelize o cliente. Um bom começo é a adoção de um checklist do veículo, para o exercício da profissão sem sobressaltos. Para ajudar nessa missão, o aplicativo Zul+ elenca quatro itens prioritários:

1) Manutenção

Quem trabalha com veículo próprio precisa redobrar os cuidados com a manutenção, para garantir sua própria segurança e a dos passageiros. Ter o carro ou moto em boas condições também contribui para maior eficiência no consumo de combustível e menos gastos com reparos. Mantenha as revisões periódicas em dia e realize troca de óleo e filtros, por exemplo, conforme especificações do manual do veículo.

2) Combustível

Outro ponto de atenção dos motoristas e motociclistas é o combustível. Com a instabilidade nos preços, a busca por postos com valores mais baixos é uma alternativa, porém dê prioridade para estabelecimentos com boa reputação. Importante também acompanhar o consumo médio: em caso de variações significativas, procure um mecânico para se assegurar de que não haja problemas com o veículo.

3) Documentação

Também é preciso estar atento à documentação dos carros e das motos, como licenciamento e IPVA. Em alguns estados, há isenção de IPVA para motoristas de aplicativo, ou seja, vale checar a regulamentação do Detran local. Por fim, é dever de todos estar com possíveis multas ou infrações pagas em dia.

4) Aplicativo para facilitar o dia a dia

Ter a possibilidade de, em um mesmo lugar, checar o consumo médio de combustível, encontrar o posto ou concessionária mais próxima para abastecer ou programar e agendar a revisão é uma mão na roda para quem trabalha com o carro ou a moto. O aplicativo Zul+ oferece todas essas funções e também disponibiliza pagamento de tributos, como IPVA, licenciamento e multas, à vista com PIX ou em até 12 vezes no cartão de crédito. A plataforma conta também com tags pré-pagas sem mensalidade, para passar nas cabines de pedágio ou estacionamento, encontrar o valor de mercado do veículo, entre outras facilidades.

“Cuidar bem do veículo, manter a documentação em ordem e otimizar a rotina garante mais tranquilidade para quem atua no transporte de passageiros. Com planejamento e organização, o motorista poderá ter muito mais eficiência em seu trabalho, seja conseguindo mais viagens, seja conseguindo otimizar o consumo”, afirma André Brunetta, CEO do Zul+ .

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nova campanha do Fiat Fastback: um salto na categoria de SUVs

Filme estreia hoje com 30” no intervalo das novelas da Rede Globo e no domingo (2 de outub…