Home Notícias Nova Nissan Frontier já está no pódio das picapes mais vendidas do Ceará

Nova Nissan Frontier já está no pódio das picapes mais vendidas do Ceará

Comentários desativados em Nova Nissan Frontier já está no pódio das picapes mais vendidas do Ceará

Modelo da marca japonesa une design, tecnologia e robustez

A Nova Nissan Frontier teve em maio o seu primeiro mês completo de vendas no Brasil e o modelo já se destaca em vários estados, entre eles o Ceará. Em sua estreia, a picape média da marca japonesa ficou entre as três mais vendidas do mercado cearense.

O novo modelo teve 10,1% de participação em seu segmento, superando sua média nacional e demonstrando que já está conquistando os clientes do Ceará, que valorizam muito as picapes tanto para o lazer quanto para o trabalho.

“O Ceará é um mercado importante para a Nissan e estamos trabalhando forte com a nossa rede local de concessionárias para ir além de oferecer produtos de alta qualidade, nosso atendimento e pós-vendas também são cada vez mais diferenciados e totalmente voltados para superar as expectativas de nossos clientes. Temos muita expectativa com a Nova Nissan Frontier no estado e o primeiro mês de vendas demonstra que estamos seguindo um caminho muito positivo”, afirma Rodolfo Possuelo, diretor comercial da Nissan do Brasil.

A Nova Nissan Frontier tem design diferenciado, equipamentos de segurança e conforto inovadores no segmento e três novas versões. O veículo foi desenvolvido baseado em três pilares: design, tecnologia e robustez. Entre os muitos destaques está a diferenciada versão PRO-4X, projetada para superar os desafios mais radicais. Com muitas novidades, a linha do utilitário conta com seis versões que oferecem opções voltadas para um grupo ainda maior de consumidores: dos que buscam aventura, passando pelos que privilegiam o conforto e, claro, os que querem um veículo focado no trabalho.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

BMW abre nova linha de produção para módulos de bateria em Leipzig, na Alemanha

Produção de componentes eletrônicos é ampliada após investimento de 70 milhões de euros e …