Home Dicas e Serviços 5 dicas para quem vai comprar um carro usado ou seminovo

5 dicas para quem vai comprar um carro usado ou seminovo

Comentários desativados em 5 dicas para quem vai comprar um carro usado ou seminovo

Especialista recomenda ao motorista fazer vistoria cautelar, checar os documentos do veículo, realizar um test drive, agendar uma avaliação técnica e observar a vela de ignição

Dados da Webmotors revelam uma maior busca dos brasileiros por carros usados em relação a novos se compararmos de janeiro a agosto de 2021 com o mesmo período de 2022. O levantamento, realizado com 2 mil usuários da plataforma, reflete o atual momento do setor automotivo: o consumidor está mais interessado por modelos usados e seminovos.

De acordo com a última pesquisa sobre intenção de compra e venda de carros realizada pela Webmotors, 83% dos usuários da plataforma esperam efetivar o negócio ainda no segundo semestre de 2022. Diante da expectativa de alta demanda por veículos seminovos e usados, a NGK, multinacional japonesa especialista em velas e cabos de ignição, traz cinco importantes dicas e cuidados para os motoristas que desejam planejar e efetuar uma compra mais segura neste ano:

1- Realizar vistoria cautelar ou inspeção pré-compra

“Hoje, muitas empresas fazem a inspeção do veículo, chamada vistoria cautelar, que é uma solicitação dos órgãos de trânsito para realização da transferência. Isso evita dor de cabeça por parte do comprador, que recebe um veículo inspecionado e com histórico das condições gerais”, comenta Hiromori Mori, consultor de Assistência Técnica da NGK Brasil.

Outra boa prática é levar o veículo para uma inspeção pré-compra com seu mecânico de confiança. “Essa atitude pode evitar a aquisição de veículos com problemas mecânicos e facilitar a negociação de um desconto para cobrir os custos com manutenção”, aconselha o consultor.

2- Verificar a documentação do veículo

“É fundamental checar se os documentos do veículo estão em ordem e livres de notificações ou multas, porque, se a venda do automóvel for feita com débitos pendentes, o comprador ficará responsável por realizar todos os pagamentos”, recomenda Mori.

Com a placa do veículo e o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) em mãos, é possível pesquisar esses dados relevantes por conta própria nos portais do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) ou Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

3- Fazer um test drive

Um bom test drive possibilita que o comprador entenda o estado em que está o veículo. Testar a partida do motor e trocar todas as marchas com o carro em movimento estão entre as principais recomendações de Mori para os motoristas.

“São precauções simples que podem identificar se há problema no sistema de ignição ou na bateria e até mesmo caso exista algum ruído ou dificuldade para engate ao passar por obstáculos”, explica Mori.

4- Agendar uma avaliação técnica

Para ter ainda mais segurança na compra, outra indicação é conversar com um mecânico de confiança e agendar uma avaliação técnica. “Nessa avaliação, o profissional pode verificar os principais componentes do carro e identificar se há problemas, como sinais de batidas, vazamentos ou falhas nos módulos eletrônicos”, diz Mori.

“Outra dica é, se possível, levar seu mecânico para avaliar o veículo ou marcar com o proprietário anterior na oficina para que seu mecânico examine o carro antes de fechar o negócio.”

5- Observar a vela de ignição

Um dos componentes de desgaste natural que deve ser observado é a vela de ignição. “Pelo aspecto das velas de ignição, um profissional qualificado consegue indicar como está o estado geral do motor, o que pode evitar custos elevados na reparação do veículo e possíveis desgastes após a sua compra”, finaliza Mori.

Artigos Relacionados
Leia mais em Dicas e Serviços
Comentários estão fechados

Veja também

Instituto Árvore da Vida e AVSI Brasil entregam novo espaço de coworking

O ambiente conta com computadores, internet, impressora, salas de reunião e outras ferrame…